Quarta-feira, 27 de Julho de 2011

Oficina de rebocos de pasta de cal

Em Novembro 2011, a domusmateR associa-se à ARQCOOP, para apresentar e praticar as aplicações da pasta de cal em rebocos. A ação de formação vai decorrer em Aljezur, numa ruína em estaleiro.

Vamos poder aprender os princípios da aplicação da cal aérea na renovação de edíficios antigos.

 

Inscrições em http://www.arqcoop.com/formacao.html.

Informações por email: domus.mater@sapo.pt

 

Programa disponível a partir do Outono.

Boas férias e votos de estaleiros seguros!!

castelo de Beja

No interior das muralhas do castelo de Beja.

 

 

publicado por domusmateR às 17:10

link do post | comentar | favorito

Segurança e Taipa

No seguimento do acidente deste fim de semana, que ocorreu na aldeia de Panoias, o corpo do Rubén, foi esta terça a enterrar. Estou indignada, pois esta ocorrência podia ter sido evitada. Este jovem de menos de 30 anos, estava a demolir ilegalmente uma parede de taipa, que desabou por falta de segurança e zelo. Há que ter a noção de que um "taipal", módulo desta técnica, pesa cerca de 1600kg.

 

Apelo ao extremo cuidado no tratamento destas alvenarias e se possível evitar manipular estas sem as devidas precauções. Posso recomendar que não se proceda à demolição da taipa, sem as devidas precauções.

 

 

publicado por domusmateR às 01:22

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Quarta-feira, 20 de Julho de 2011

Caiação Internacional no Baixo Alentejo

pinceis de caiação

 

Jantar convivio

 

A Aldeia das Amoreiras no sábado 23 de Julho, acolheu a ação comunitária do 4º Encontro ASF/EFIL Volunteer, caiando os seus muros públicos e  escola primária, na maior caiação coletiva de que há memória! Durante uma tarde, 161 voluntários vindos de 29 países diferentes, que juntamente com a população caiaram com entusiamo, contagiando a aldeia com a alegria juvenil que os caracteriza. A população gostou da experiência, faltando até a cal no final do dia, foram utilizados mais de 100 kg de cal aérea, previamente preparada. Os voluntários que nunca haviam caiado, ficaram espantados com a técnica que se revela após a secagem. Assim aconteceu que, um tesouro cultural se perpetuou!

 

Este evento provou que se pode conciliar uma ação de embelezamento com valores humanos primordiais, como o respeito, a tolerância ou o trabalho, servindo para compreender a o nosso papel na preservação das tradições. Ao longo da tarde, as paredes foram se tornando mais reluzentes, melhor preservadas, possibilitando o impato e o reconhecimento que se esperava junto da população.

 

No final do dia houve um jantar convivio e a actuação do Grupo Coral.

Foi organizado pelo Gaia-Centro de Convergência e foi filmado, pelo que se aguarda o resultado!

Depoimentos recolhidos com o Dúlio e o Tiago, organizadores e com a Marianne e o Regis, voluntários de França.


 

 

 

publicado por domusmateR às 02:02

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Quinta-feira, 14 de Julho de 2011

Voltar atrás?!

 

A Igreja Matriz da Amareleja , cuja construção remonta à época de D. João III, no século XVI,  hoje é reconhecida pela oliveira na fachada! Comparando com uma fotografia datada provavelmente dos anos 40 ou 50, estavam patentes os ornamentos que lhe conferiam dignidade e beleza compositiva.

Temos de proceder com cuidado! Atualmente a aplicação da cor, não foi precedida de um estudo fundamentado. Todos os edifícios merecem um estudo de colometria, sendo na visão de conjunto que se encontra a coerência capaz de conferir interesse cultural ao espaço edificado, que perfaz o espaço público. Nitidamente, perdeu-se algo com as sucessivas intervenções.

 

publicado por domusmateR às 23:41

link do post | comentar | favorito

Contribuição

Clicar para ler a entrevista do cidadão Fernando Grade sobre a ação da domusmateR:

 

http://adefesadefaro.blogspot.com/2011/06/dialogos-na-cidade-com-arquitecta-joana.html

 

A defesa de Faro é o 3º blogue nacional + lido sobre defesa do património. 

publicado por domusmateR às 00:44

link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 12 de Julho de 2011

Para onde foram os azulejos?!

O átrio da Biblioteca Municipal Camões, na capital, perdeu a sua graça.

Como alternativa, podemos "apreciar" estas pinturas; uma deprimente tentativa de qualificação espacial.

Como gostava de rever o painel de azulejos a dar as boas vindas!! 

publicado por domusmateR às 00:34

link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Novembro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. Journée "matériaux terre ...

. O Tabique - 3 de Novembr...

. O Adobe

. Associação Centro da Terr...

. Oficina de Tabique e Arga...

. Pràticas vizinhas

. Descoberta de técnicas tr...

. Praticas da Arquitetura. ...

. Construção Natural em Tai...

. BOAS FESTAS

.arquivos

. Novembro 2017

. Maio 2017

. Março 2017

. Novembro 2016

. Junho 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Abril 2015

. Fevereiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Setembro 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Janeiro 2014

. Novembro 2013

. Setembro 2013

. Julho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Fevereiro 2013

. Outubro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds